BEM-VINDOS!


Apresento aqui minhas listas com os 10 filmes, dos mais diversos gêneros, que mais me arrebataram nessa minha vida de cinéfila, assim como cenas clássicas de filmes, grandes interpretações de grandes ídolos, making ofs, entrevistas, canções e trilhas sonoras inesquecíveis ... enfim, tudo o que o cinema nos oferece de magia e entretenimento. Obras que considero imprescindíveis para todos que um dia se encantaram com o escurinho do cinema.
Filmes que AMO e RECOMENDO!

Espero que curtam minhas dicas e nunca deixem de ir ao cinema.
Mundos fascinantes, emoções deliciosas e experiências inimagináveis estão lá à sua espera!

Seguidores

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Especial: Monstros da Universal








    BEM VINDOS À "CASA DOS MONSTROS"




Na virada do cinema mudo para o sonoro, começo da década de 30, um dos grandes estúdios de cinema americano, a Universal Studios, resolveu investir no gênero de terror. Convocou cineastas como Wallace Worsley (1978 - 1944), James Whale (1889 - 1957), Tod Browning(1880 - 1962) e Karl Freund (1890 - 1969) e deu início a uma série de filmes de horror que alcançaram enorme popularidade, os célebres Monstros da Universal.

A era de ouro desse ciclo começou em 1923, com a versão de O Corcunda de Notre Dame, e continuou com filmes como O Fantasma da Ópera, Drácula, Frankenstein, A Múmia, O Homem Invisível, A Noiva de Frankenstein, O Lobisomem e O Monstro da Lagoa Negra, além de várias sequências e outros filmes do gênero. 

Atores como Boris Karloff (1887 - 1969) e Bela Lugosi (1882 - 1956) tiveram suas imagens imortalizadas como Frankenstein e Conde Drácula, respectivamente, assim como Lon Chaney (1883 - 1930) e seus papéis em O Corcunda de Notre Dame e O Lobisomem. 
Através dos anos, diversas outras releituras desses mitos do terror foram levadas às telas mas, talvez, nenhuma delas possua o mesmo apelo e charme que essas obras produzidas por Hollywood há quase 90 anos atrás possuem.

Vale a pena ver ou rever esses grandes clássicos, que ficaram marcados no imaginário de várias gerações. Cult movies eternos.




O Corcunda de Notre Dame
(The Hunchback of Notre Dame / EUA / 1923)
dirigido por Wallace Worsley
com Lon Chaney, Patsy Ruth Miller, Norman Kerry, Kate Lester, Winifred Bryson, Nigel De Brulier, Brandon Hurst, Ernest Torrence e Tully Marshall
                           




Drácula
(Dracula/ EUA / 1931)
dirigido por Tod Browning
com Bela Lugosi, Helen Chandler, David Manners, Dwight Frye, Edward Van Sloan, Herbert Bunston, Frances Dade, Joan Standing, Nicholas Bela, Daisy Belmore, Tod Browning, Moon Carroll, Carl Laemmle, Donald Murphy, Josephine Velez e Michael Visaroff



Frankenstein
(Frankenstein / EUA / 1931)
dirigido por James Whale
com Colin Clive, Boris Karloff, Dwight Frye, Edward Van Sloan e Mae Clarke




A Múmia
(The Mummy / EUA / 1932)
dirigido por Karl Freund
com Boris Karloff, Zita Johann, David Manners, Arthur Byron, Edward Van Sloan, Bramwell Fletcher, Kathryn Byron, Leonard Mudie, James Crane, Eddie Kane, Henry Victor e Noble Johnson





O Homem Invisível 
(The Invisible Man / EUA / 1933)
dirigido por James Whale
com Claude Rains, Gloria Stuart, William Harrigan, Henry Travers, Una O' Connor, Forrester Harvey, Holmes Herbert, E. E. Clive, Dudley Digges, Harry Stubbs e Donald Stuart




A Noiva de Frankenstein
(The Bride of Frankenstein / EUA / 1935)
dirigido por James Whale
com Boris Karloff, Colin Clive, Valerie Hobson, Ernest Thesiger, Elsa Lanchester, Gavin Gordon, Douglas Walton, Una O' Connor e Lucien Prival






O Lobisomem
(The Wolf Man / EUA / 1941)
dirigido por George Waggner
com Lon Chaney, Claude Rains, Bela Lugosi, Ralph Bellamy, Patric Knowles, Maria Ouspenskaya, Evelyn Ankers, J. M. Kerrigan e Fay Helm





O Fantasma da Ópera
(The Phantom of the Opera / EUA / 1943)
dirigido por Arthur Lubin
com Claude Rains, Susanna Foster, Nelson Eddy, Edgar Barrier, Hume Cronyn e Miles Mander




O Monstro da Lagoa Negra
(Creature from the Black Lagoon / EUA / 1954)
dirigido por Jack Arnold
com Richard Carlson, Julie Adams, Richard Denning, Antônio Moreno, Nestor Paiva, Whit Bissell, Bernie Gozier e Henry A. Escalante




4 comentários:

  1. TODOS ELES EU VI, NUNCA GOSTEI DE FRANKESTEIN
    MAS DRÁCULA É O MELHOR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi poucos, mas Drácula sempre é o meu preferido, rs.
      Adoro o Lobisomem também.
      E o Frankenstein.

      Excluir
  2. Boa parte está disponível no Cinema Livre
    http://cinemalivre.net/

    ResponderExcluir